6 Passos Detecção de Ameaças

passos para detecção de ameaças

Ataques cibernéticos  podem comprometer  operações de milhares de empresas: se você parar para pensar, você vai notar como este cenário tornou-se mais e mais frequentes. E é precisamente neste contexto que se coloca  a prevenção e detecção de ameaças como uma solução que simplesmente não pode faltar em qualquer empreendimento, seja ele um hospital público, uma megacorporação privada ou um apequena empresa.

Tipo de vírus ramsomware invade sistemas inteiros, proliferam com uma velocidade enorme e confiscar dados, exigindo resgate. Eles podem ser transmitidos a partir de aplicações de celulares, ou até mesmo links enviados por e-mail. Mas atenção: apesar de esta ser a ameaça do momento, definitivamente não é o único! Existem vários tipos de riscos que podem comprometer a segurança dos dados de sua empresa.

1. Conhecer suas vulnerabilidades

Uma boa análise  interna de avaliação de risco pode indicar, pelo menos, quais são as principais vulnerabilidades da segurança de dados corporativos. Sabia que existem até empresas especializadas em promover ataques controlados sistemas corporativos para identificar onde estão as lacunas? O mesmo é feito por aqueles que vendem sistemas operacionais, como Windows e Linux, com cada nova versão vem para cobrir as falhas do anterior e, assim, oferecer mais segurança para os usuários.

Entender a origem de um ataque cibernético é o ponto de partida para  mapear, que forma uma ameaça pode entrar na sua rede. Desta forma, é possível criar barreiras que impedem a proliferação de vírus e ataques de hackers, e o desenvolvimento de níveis de segurança a cada dia mais eficaz.

2. Implementar Tecnologias Modernas

O grande perigo de ameaças como cryptolockers é que eles se adaptam rapidamente, a fim de contornar obstáculos. Assim, uma barreira é criada hoje pode ser superada amanhã, permitindo que este agente continue a  atacar o seu sistema e dar continuidade para o seqüestro de seus dados.

No final, mesmo que não esteja 100% certo de que a tecnologia será capaz de impedir tais ameaças, ainda é recomendável que você mantenha a sua empresa com o mais novo no mercado em termos de segurança cibernética. Afinal, as empresas que fornecem esse tipo de solução está em uma constante corrida contra o tempo para tentar antecipar as ações criminosas e oferecer aos seus clientes soluções robustas na luta contra o cibercrime.

3. Atualizar constantemente as tecnologias

Como citamos no início, várias ameaças podem ser disseminadas através de dispositivos móveis, mas estes riscos podem proliferar através de e-mail, chats internos e até mesmo SMS! É essencial, manter a sua tecnologia atualizada.

Isso significa usar anti-vírus no smartphone  ou até aplicativos de criptografia de dados, que impedem que a informação do telefone móvel seja roubada. Também é necessário atualizar o software, sistemas operacionais e outras ferramentas, tais como chats utilizados para a comunicação interna. A boa notícia é que os fornecedores dessas soluções estão sempre à procura de maneiras de eliminar os riscos de roubo de informações.

4. Usar sistemas de detecção de comportamento de ameaças

Muitas vezes, as ameaças  deixam vestígios de tentativas de intrusão. Falhas, erros de sistema, arquivos corrompidos, o acesso de estranhos ao seu banco de dados: tudo isso pode ser identificada com antecedência, desde que você tenha um sistema de detecção de comportamento de ameaças bem estruturado.

Começar por implementar as tecnologias que informem qualquer tipo de variação  suspeita em suas atividades. Integrar todas as soluções de segurança que a empresa tem em  Business Intelligence para ter relatórios precisos sobre o comportamento dos usuários em sua rede. Analisar e usar esta informação para eliminar os riscos e melhorar a sua estratégia de segurança.

5. Adotar vários métodos de autenticação

Hoje, temos uma serie de senhas de banco, cartão de crédito, endereço de e-mail, redes sociais, sistemas da empresa, e assim por diante. Como até mesmo a memória tem um limite, não há nada de incomum se você usar a mesma senha para várias plataformas. Aqui é um risco com o qual você precisa contar!

Imagine que um empregado tem o computador pessoal invadido e todas as suas senhas são roubadas. Se ele usa a mesma senha para acessar o sistema da empresa, esta é a oportunidade perfeita para uma invasão em sua rede. A melhor coisa a fazer, então, é a implementação de várias formas de autenticação, verificando se  realmente a pessoa em questão que está acessando os dados.

Isso pode ser feito com o envio de confirmação de e-mails, mensagens SMS, ou até mesmo a geração automática de senhas, como tokens usados pelos bancos. Atualmente, existem aplicativos que podem fazer esse trabalho, da geração de uma nova senha a cada minuto. Caso aconteçam  várias tentativas frustradas de acesso, o sistema pode bloquear o usuário até que o problema seja verificado.

6. Dar preferência a soluções em nuvem

No ambiente corporativo ainda há muito medo na migração de dados para a nuvem. Se você também tem dúvidas, este termina aqui!

Atualmente, as soluções de segurança na nuvem são as mais avançados. Os fornecedores de sistemas, ferramentas e aplicativos na nuvem investem pesadamente em camadas de segurança, caso contrário, seria perder clientes e iria perder a reputação de nuvem, praticamente remover a marca do mercado.

A grande vantagem de manter seus dados em nuvem é que a preocupação de  segurança deve ser do fornecedor da solução. Neste caso, cabe à equipe de TI verificar quais são os dispositivos utilizados pelo fornecedor e se eles atendem às necessidades da empresa, selar esse compromisso em contrato e SLA (acordo de nível de serviço), que traz a garantia de compatibilidade com várias cláusulas, incluindo o cuidado com as necessidades de ambos os lados.

Com isso, o seu negócio diminui a preocupação com a cyberataques, mesmo com os dados na nuvem, a empresa tem várias contingências e processos que devem ser seguidos para garantir a segurança, confidencialidade e integridade dos dados.

Quer mais dicas para proteger o seu negócio e implementar sistemas de detecção de comportamento de ameaças? Se inscreva em nossa newsletter e receba conteúdo exclusivo diretamente na sua caixa de entrada!

Leave A Reply

3 + onze =